Cree en grande.
CONMEBOL

Atlético Mineiro invicto na Copa Conmebol de 1997

Atlético Mineiro invicto na Copa Conmebol de 1997

A Copa Conmebol foi um torneio que o Galo disputou com perfeição e ainda o único time na história em conquistá-la em mais de uma ocasião (2) e que mais finais disputou (3). Havia sido campeão da primeira edição disputada em 1992 e, em 17 de dezembro de 1997, ergueu o troféu pela segunda vez, ao igualar com o Lanús 1-1, após haver goleado na ida em Buenos Aires 4-1.

O camino começou em 3 de setembro na Venezuela frente ao Portuguesa, a quem derrotou por 4-1, com um gol de Jorginho e três de Valdir, que deu o primeiro sinal de sua capacidade goleadora, que acabaria como artilheiro do torneio. A revanche foi um empate a zero em Belo Horizonte.

Nas quartas de final, enfrentou o sempre difícil América de Cali. A ida foi na Colômbia e ali obteve uma vitória decisiva em uma de suas melhores performances. A vantagem chegou através de Marques, mas depois Leonardo Fabio Moreno igualou, até que, aos 12 minutos do final, o talentoso Jorginho marcou o gol da vitória. No desquite houve suspense, porque os colombianos abriram o placar com a conquista de James Cardona. Quando terminava o primeiro tempo, Edgar fez o 1-1, que seria o resultado final.

Em 22 de outubro, o Atlético Mineiro viajou para Lima para enfrentar Universitario e voltou a demonstrar a sua capacidade de jogar como visitante, vencendo por 2-0, com gols de Valdir e Jorginho, que eram as grandes figuras da competição, junto com Taffarel no arco, que estava no clube desde 1995, quando voltou do seu passo pelo futebol italiano. A revanche, uma semana depois, marcou a maior vitória na competição: 4-0 (Valdir 2 - Marques - Cairo).

No final contra o Lanús -que também havia feito um excelente torneio-, juntamente com o experiente Oscar Ruggeri, que deixaria o futebol no final da temporada. O primeiro jogo foi em Buenos Aires e o time da casa abriu o placar com um gol de Ariel Ibagaza, igualando Bruno aos 42, com um tiro que iludiu o goleiro RomoIi. Aos 55, Jorginho pôs em um passe na área e Serrizuela, em sua tentativa de cortar a jogada, introduziu a bola no arco e, apenas cinco minutos depois, veio o terceiro com um remate distante de Hernani. Lanús se desesperou frente a desvantagem. O placar terminou 4-1 com gol de Valdir.

Chegou 17 dezembro e o Atlético Mineiro selou seu título que, praticamente havia conquistado na ida como visitante. A revanche em Belo Horizonte terminou 1-1 (Jorginho) e desencadeou toda a euforia de seus torcedores, ante a nova conquista internacional, neste caso, com a direção técnica de Emerson Leão.

Formações da última partida

Atlético Mineiro: Taffarel; Bruno, Sandro Barbosa, Neguete, Dedé; Roberto, Hernani, Jorginho; Marques, Valdir, Almir (Edgar). DT: Emerson Leao.

Lanús: Rodrigo Burela; Gabriel Ramón, Andrés Bressán, Mariano Fernández, Martín Román; Leonardo Mas (Silvio González), Daniel Cravero, Claudio Huertas, Sebastián Clotet; Claudio Enría, Marcelo Trimarchi (Hernán Raíces). DT: Mario Gómez

 

Eduardo Bolaños - CONMEBOL.com

Foto: Web.